9.6.04
Uma explica��
N�o tenho nada contra "os jornalistas", mas tenho coisas a criticar nos "maus jornalistas": confesso que a� "os jornalistas" ganham costas largas porque os trato na generalidade (mea culpa). A verdade � que se diz muitas vezes mal de "os pol�ticos" e muitas vezes os "maus jornalistas" s�o bem piores que os "maus pol�ticos".

"No curto espa�o de tempo" (repito) em que estive a ver as not�cias sobre a morte do Professor Sousa Franco estava a haver mau jornalismo: porque se questionava amigos pol�ticos (Dr. M�rio Soares, Dra. Maria de Bel�m e Dr. Dias Loureiro) do Professor Sousa Franco sobre a poss�vel mudan�a no sentido de voto dos portugueses no pr�ximo domingo. Qualquer um deles respondeu que n�o era altura para se falar nisso (e pelo que a In�s diz, o Dr. Guterres tamb�m assim o fez). Acho que faz parte da �tica jornal�stica n�o fazer aquele tipo de quest�o a amigos naquela altura (exactamente pela "emotividade"); deixar passar algum tempo para porem essas quest�es e especula��es.

Talvez tenha escrito a quente, e portanto sem pormenorizar quando tinha sido e em que circust�ncias (mea culpa II). Passei o dia fora e s� soube agora que aquele sururu que vi de manh� se passara devido aos diferendos entre Narciso Miranda e Manuel Seabra, ambos do PS. Desliguei logo a televis�o porque me pareceu absurdo naquela altura dar aquela din�mica � not�cia, ainda acho!

As imagens d�o azo facilmente a interpreta��es diferentes: as imagens que vi mostravam o Dr Sousa Franco a receber beijos e a amparar-se em Narciso Miranda. Estava claramente cansado e tamb�m estaria (mas eu n�o sabia pelo que vi) a sentir "o agastamento pelo que estava a viver (empurr�es, insultos, agress�es)".

Isto tudo porque uma explica��o ao coment�rio do Marujo se justificava.



HaloScan.com