2.6.04
procurar o horizonte do infinito
Remexi a colec��o da "Folha de Liga��o", mas n�o apareceu o texto que o Pedro me tinha pedido. Apareceu outra coisa, entre os recorte de jornais. Jo�o B�rnard da Costa, citando Odon Von Horvath, sobre uma outra provoca��o do tal fulano que nos disse para aprendermos a desaprender - procurar o horizonte do infinito:

�Diz o padre: "Deus vai por todos os caminhos". Objecta o professor: "Como � que Deus pode passar pelo caminho em que vivem estas crian�as miser�veis, v�-las e n�o as ajudar?" "Ele calou-se. Bebeu do seu vinho a lentos goles meditativos. Depois olhou-me de novo: 'Deus � o que h� de mais terr�vel no mundo'". O professor ficou t�o estupefacto que nem acreditou no que tinha ouvido. (...)
Os acontecimentos s�o-nos incompreens�veis porque queremos julg�-los imediatamente, antes de lhes conhecermos todos os prolongamentos e consequ�ncias. Mas para Deus n�o h� o "imediatamente" (...). H� o tempo todo, todo o passado, todo o presente, todo o futuro. E � isso que � terr�vel. "O mais terr�vel do mundo".�


("P�blico", 23/09/2002)



HaloScan.com